SASHIKO

2021-03-17

SASHIKO

“No momento da criação, podemos explorar o tecido de mil maneiras, mas temos uma limitação que se converte no desafio de utilizar todo material. Na técnica zero waste, o design chega a ser bastante intuitivo e simultâneo à modelagem, diferente da forma tradicional, em que o desenho vem primeiro. É uma forma de trabalhar que demanda tempo, paciência e vários testes”, afirma Val Cunha.

Em todas as coleções, buscamos sempre apresentar um trabalho manual diferente, que garanta um toque artesanal e exclusivo às nossas criações, muitas vezes recuperando saberes e fazeres antigos.

Nessa temporada, voltamos o olhar à cultura japonesa e resgatamos o Sashiko, técnica milenar de pontos de costura, utilizada inicialmente para fazer remendos e reparos. Com o passar dos anos, a prática foi aperfeiçoada, conquistando autonomia. Deixou de ser uma técnica meramente funcional, ganhou utilização estética, sendo utilizada tanto na moda quanto na decoração. Com pontos tracejados, os bordados podem ser compostos por linhas longas que percorrem o tecido ou por cruzamento de linhas formando padrões.

Mais uma vez, a realização desse trabalho manual ficou por conta do Grupo Ybyatã, com apoio da ONG Ecotece, que fomenta grupos e cooperativas em situação de exclusão e vulnerabilidade social. Nossa equipe de criação apresentou o Sashiko aos artesãos que, entre conversas e trocas durante o processo criativo coletivo, puderam agregar suas histórias, memórias e tradições ao resultado final. Permeados pelo tingimento com índigo, os integrantes se encantaram com as origens do bordado japonês, propondo novas possibilidades estéticas à técnica, assegurando, assim, um valor imensurável às roupas que passaram por suas mãos.

 

Veja também: Blusas femininas bordadas a mão

 

Conheça as novidades da loja Fernanda Yamamoto!!