Pausa

05/10/2020

Pausa

Em 2019 comemoramos os 10 anos da marca Fernanda Yamamoto com um desfile importantíssimo no SPFW. Todas as peças apresentadas foram construídas com tecidos, golas, cós e bolsos e demais partes de centenas de peças de coleções anteriores, a partir da técnica de Upcycling.  

Em março desse ano, chegava a hora do resultado desse importante exercício de criação ganhar as araras da nossa loja e, consequentemente, abraçar os corpos das nossas clientes. Porém, junto com o recente lançamento da coleção chegou também a pandemia.

Toda a expectativa em torno de meses de dedicação foi colocada em compasso de espera assim que as portas da nossa loja foram fechadas. Naquele momento, definitivamente, não era hora de falarmos em venda. Como então manter a conexão com nosso público? Como fazer a diferença para as pessoas em momento tão angustiante?

Depois de um tempo de reflexão, decidimos compartilhar o que acreditamos ser o bem mais valioso que temos- nosso conhecimento. Por meio de oficinas abertas no Instagram, cada integrante da equipe gravou um vídeo ensinando alguma técnica relacionada ao nosso processo criativo: ponto básico de costura à mão, modelagem envelope, construção a partir de retalhos, acabamento de barra em ângulo, capitonê, acabamento em viés, tingimento natural, caseado na máquina e mão, entre outros temas do nosso universo. Em um segundo momento, convidamos parceiros de longa data da marca para também dividir seu conhecimento. Foram eles: Kisaburo: oficina de Quimono; Agustina Comas: oficina de Upcyling; Clarisse Romeiro: oficina de Estamparia; Diego Gama oficina de Risca de Giz; e Talita Nozomi: oficina de Ilustração, somando mais de 20 apresentações.

Com essas oficinas ensinamos, nos conectamos e também aprendemos muito. Quem acompanha nosso trabalho sabe que sempre tivemos prazer em dividir técnicas e processos. Há anos abrimos nossa casa-ateliê para mostrar o processo criativo em visitas guiadas a estudantes, clientes e profissionais do setor. Essa iniciativa é uma troca valiosíssima pois nos leva a refletir sobre uma determinada prática, trazendo sempre um novo olhar, um aprendizado. Além disso, mostrando tudo que existe por trás da produção das nossas roupas, cada etapa, cada pessoa envolvida, contribuímos efetivamente para uma moda mais consciente, com consumidores que valorizem o slow fashion, o trabalho feito à mão e a cadeia produtiva.

 

A partir dessa experiência com as oficinas, surgiu uma vontade de ‘desdobrar’ esse trabalho e trazer essa essência para a nova coleção.  Surgiu então a idéia dos kits ‘faça você mesmo’ com o objetivo de manter essa conexão, estimular o trabalho manual, a costura à mão e o upclycling, reforçando o nosso papel como uma marca de moda brasileira, que valoriza o fazer manual, o design e e sintetizando uma prática de transmitir conhecimento, intensificada nos últimos meses.

 Saiba mais sobre o lançamento da Linha Somamos no próximo Post!